Notícias

Carlao DER 01

02/03/2021

Programa Novas Vicinais autoriza recuperação de estradas na região no valor R$ 122 mi

Deputado Carlão Pignatari agradece governador João Doria e vice-governador Rodrigo Garcia por viabilizar vicinais prioritárias na região

Deputado Carlão durante reunião com o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem – DER, Paulo Cesar Tagliavini

Um dos maiores programas de recuperação de estradas vicinais do Estado de São Paulo, o Novas Vicinais, teve seu primeiro edital de licitação publicado no Diário Oficial desta terça-feira (2/3). Inicialmente, a fase 1 do programa contemplou 66 vicinais em diversas regiões. Ainda durante o mês de março haverá publicação, em edital, das fases 2 e 3 do programa. O Governo de São Paulo prevê investimento total de mais de R$ 1 bi.


Para o deputado Carlão, o Programa Novas Vicinais representa uma conquista enorme para os municípios paulistas. “Esse é um investimento considerável, que mostra claramente as prioridades do Governo de SP, que é melhorar a estrutura das nossas estradas e assim oferecer as condições ideais para escoamento da produção, além de oferecer mais segurança e agilidade para quem trafega diariamente pelas estradas”, enfatizou.


Carlão ressaltou o trabalho técnico realizado pela Secretaria de Transportes e Logística do Estado de São Paulo, liderada pelo secretário João Octaviano. “Realizou-se um estudo complexo que mapeou mais de 1200 estradas vicinais no Estado todo. O estudo incluiu audiência pública e consulta aos prefeitos e deputados estaduais. Um trabalho estratégico que colocará São Paulo em um patamar elevado quando o assunto é rodovias”.


O Novas Vicinais foi criado estrategicamente pelo Governo de SP para ajudar a Prefeituras a modernizar estas estradas, que são de responsabilidade municipal. Importantes para o desenvolvimento econômico do Estado, estas vias fazem parte da nova matriz logística rodoviária integrada em todo o Estado. O governador Doria e o vice, Rodrigo Garcia, priorizaram o Novas Vicinais dentro dos investimentos em logística do Estado.


O estudo técnico do DER, feito em conjunto com as Prefeituras, identificou os principais gargalos para o desenvolvimento do projeto. A partir daí, as vicinais foram divididas em categorias, estradas que ligam polos geradores de produtos e serviços e rodovias estaduais, além das que dão acesso a municípios. Essas estradas são essenciais para o escoamento da produção agrícola, além de dar acesso a portos, aeroportos e grandes centros urbanos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *