Notícias

00000001320357593567050999522

12/11/2012

Deputado Carlão recepciona alunos da região Noroeste Paulista na Assembleia Legislativa

Os municípios de Macaubal, Nhandeara, Sebastianópolis, Ida Iolanda e Pereira Barreto serão representados no Parlamento Jovem Paulista

 

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) recepcionará nesta quinta-feira (dia 8), os seis alunos das escolas da região Noroeste Paulista que participarão do Parlamento Jovem Paulista, na Assembleia Legislativa de São Paulo.
Estarão presentes na Assembleia, os alunos: Bruno Henrique da Silva, do município de Macaubal; Gabriel Leal Bergamasco, de Nhandeara; Gabriela Horta Macedo, de Sebastianópolis; Thalita de França da Silva, de Ida Iolanda – Distrito de Nhandeara; e os alunos Samuel Tabareli e Gabrielle Cardoso Martin, de Pereira Barreto.
Os alunos vão conhecer o Poder Legislativo do Estado, o cotidiano da Casa de Leis, suas funções, os deputados estaduais e todas as suas atividades dentro do princípio de legislar, fiscalizar e representar nosso Estado.
Cada aluno já apresentou um projeto de lei nas áreas de educação, educação ambiental, saúde, direitos humanos e etc. Durante a sessão os deputados estaduais vão ceder seus lugares para os alunos do Parlamento Jovem discutir e votar os projetos que eles já apresentaram, seguindo as regras, como os deputados estaduais, que obedecem às normas do Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.
As sessões vão acontecer no Plenário Juscelino Kubitschek, que é o mesmo lugar onde os deputados estaduais realizam as Sessões na Assembleia Legislativa.
O Parlamento Jovem é mais uma iniciativa de aproximar a Assembleia Legislativa da sociedade paulista, envolvendo os jovens estudantes na discussão dos problemas da sociedade e na elaboração de propostas para solucioná-los.
Segundo o deputado Carlão Pignatari, “é sem dúvida, uma das mais eficientes maneiras de inseri-los na vida política e de mostrar-lhes que cidadania se constrói com participação efetiva, com apreço ao diálogo, com respeito à opinião dos outros, com responsabilidade. Acreditamos que este é o melhor caminho para a formação de cidadãos envolvidos com sua comunidade e a solidificação de um Estado mais democrático, mais justo e mais desenvolvido”, concluiu.
 
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp