Notícias

0b1295b197fb42f695238b2c75a7d72c

22/09/2017

Deputado Carlão Pignatari volta a cobrar solução para beneficiar piscicultores

Produtores de peixe reivindicam crédito outorgado de 12% para a indústria de pescado paulista

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) esteve em audiência com o secretário de Estado da Fazenda, Hélcio Tokeshi, nesta quarta-feira (20/09), oportunidade em que reiterou a reivindicação feita pelos piscicultores paulistas, que estão encontrando dificuldades para manter suas atividades. Eles alegam falta de incentivo por parte do Governo do Estado e que a guerra fiscal provocada por alguns estados tem levado muitos piscicultores a se mudarem de São Paulo.

De acordo com uma das diretoras da Peixe SP – Associação de Piscicultores em Águas Paulistas e da União e Sindicato da Indústria da Pesca do Estado de São Paulo, Marilsa Fernandes, as demandas dos piscicultores vêm desde outubro de 2016, quando “em reunião com o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado foi protocolado o pedido. Decorrido um prazo razoável para encaminhamento da questão voltamos a reiterar o pedido junto à Secretaria e constatamos que nada havia sido feito.”

A principal demanda dos piscicultores é o crédito outorgado de 12% para a indústria de pescado paulista, assim como fazem os estados de Mato Grosso do Sul, Paraná e Bahia, por exemplo e que vendem seus produtos para o mercado consumidor paulista.

Marilsa diz ainda que os piscicultores foram falar com o secretário da Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, que se comprometeu a estudar o assunto.

Acrescenta a diretora que “em março deste ano o ex-secretário do Meio Ambiente, Ricardo Salles, nos levou ao secretário da Fazenda, Hélcio Tokeshi, a quem apresentamos as dificuldades da indústria do pescado paulista e a falta de competitividade que o próprio Estado impõe à atividade”.

Mais uma vez, em 29 de maio deste ano, o secretário Arnaldo Jardim reuniu-se com os representantes do setor, durante a Aquishow, em Santa Fé do Sul, e se comprometeu a encaminhar a demanda junto ao secretário da Fazenda.

De acordo com Marilsa, em reunião na Fiesp, no dia 31 de julho, durante o RenovaBio, o governador Geraldo Alckmin se colocou à disposição para perguntas, e “eu pessoalmente coloquei para ele a situação e que a indústria paulista do pescado está se mudando para outros estados, que estamos perdendo empregos e o Estado vai perder muito se mantida a atual política fiscal para o peixe.”

Em reunião no dia 11 deste mês, no Palácio dos Bandeirantes, o governador Alckmin chamou o secretário adjunto de Governo, Moacir Rossetti, e pediu que ele resolvesse a situação.

Diante de tantas idas e vindas, o deputado Carlão reuniu-se com o secretário Tokeshi para cobrar uma solução, o mais rápido possível. “Precisamos incrementar o desenvolvimento da atividade, que é responsável pela geração de um grande número de empregos e de renda para muitas cidades, principalmente na região Noroeste Paulista, conhecida como a região dos Grandes Lagos. E o governo do Estado precisa agir rapidamente para apresentar uma solução para os piscicultores”, destaca o deputado Carlão Pignatari.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp