Notícias

00000001958193444102086664246

11/07/2015

Deputado Carlão Pignatari pede apoio para solução de problemas ambientais de cada região

Ao lançar Frente Parlamentar Ambientalista, deputado disse da responsabilidade com a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável
O deputado estadual Carlão Pignatari, líder da Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, lançou, nesta quinta-feira (dia 25/06), a Frente Parlamentar Ambientalista e pelo Desenvolvimento Sustentável e cobrou soluções para os problemas ambientais de cada região do Estado. O pedido foi feito ao presidente da ONG SOS Mata Atlântica, Mário Mantovani, e à secretária estadual de Meio Ambiente, Patrícia Iglesias, presentes ao ato realizado no Auditório Franco Montoro, da Assembleia.
Para Carlão, as lideranças do setor precisam focar seus olhos para solução de muitos problemas, que são específicos de cada região. “Toda região têm a sua importância na área ambiental, precisamos do apoio de todos para que possamos resolver cada uma delas”, esclareceu Carlão.
O lançamento da Frente Parlamentar Ambientalista e pelo Desenvolvimento Sustentável contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez, que falou sobre a independência dos poderes e da credibilidade das ações de cada um.
Mantovani, por sua vez, destacou a importância da união de todos para o enfrentamento dos problemas ambientais e cobrou um maior compromisso de empresas produtoras de biocombustíveis, principalmente, derivados da cana-de-açúcar. Além disso, centrou seu discurso na conscientização da sociedade para a questão da sustentabilidade ambiental.
O representante da ONG Iniciativa Verde, Roberto Resende, enfocou um maior aproveitamento das políticas públicas para solução de muitos problemas, como a incrementação da integração lavoura, pecuária e floresta.
Presente ao evento, a secretária adjunta de Saneamento e Recursos Hídricos, Mônica Porto, falou sobre a importância da água, “um dos pilares para o desenvolvimento sustentável”. Segundo ela, a Secretaria tem “a busca de ações para a preservação da água como um ponto de honra. A seca que estamos atravessando nos mostra a importância da garantia e também da oferta de água. O desenvolvimento Estado de São Paulo depende da água. Precisamos garantir a oferta, mas também a forma racional do seu uso”, pregou.
A secretária Patrícia Iglesias fez um discurso cobrando o empenho dos municípios para a questão da restauração das matas ciliares e dos olhos d’água nascentes, para preservar a qualidade e a quantidade de água oferecida no Estado. Sugeriu a criação de um banco de proprietários interessados no engajamento da causa.
Patrícia comentou ainda sobre a nova resolução dos residos sólidos, dizendo que a renovação de licenças dependerá muito da logística reversa. Destacou o programa Município Verde Azul, do qual participam 615 dos 645 municípios paulistas, que tem o apoio de outras secretarias, como a da Saúde, cujo foco é a redução dos casos de dengue.
A secretária anunciou uma diretiva de sua Pasta, que é a gestão de conservação da fauna silvestre, para preservar muitas espécies ameaçadas de extinção. Por fim, falou sobre a questão do licenciamento ambiental, cujas mudanças vão exigir uma capacitação nos municípios.
O deputado Carlão ainda acrescentou que a Frente Ambientalista conta com a adesão de 32 deputados. “A responsabilidade com a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável não é apenas do Estado, ou das ONGs ambientalistas, é uma  preocupação de todos nós, inclusive do setor produtivo, pois é preciso eficiência dos recursos na produção e responsabilidade para um consumo sustentável. Só assim é que conseguiremos garantir o provimento de recursos naturais para esta e para as gerações futuras, para o combate  da  miséria e a erradicação da pobreza.”
Destacou que “como é no município que o cidadão vive, produz e consome, entendemos fundamental a parceria dos agentes públicos municipais nesta frente, aqui representados pelos inúmeros prefeitos, gestores ambientais e demais lideranças de municípios paulistas que tem de avançar em direção à sustentabilidade”, concluiu o deputado Carlão Pignatari.
Durante o evento, foi assinado um termo de cooperação técnica para que a entidade SOS Mata Atlântica ofereça apoio e conhecimentos para a elaboração do Plano Municipal e Recuperação e Conservação da Mata Atlântica em Caraguatatuba. O ato contou ainda com a presença do presidente da Cetesb, Otávio Okano, do secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, do diretor do Departamento de Meio ambiente da Fiesp e vice-presidente do Cosema, Nelson Pereira dos Reis, aproximadamente 40 prefeitos e dezenas de gestores de meio ambiente dos municípios.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp