Notícias

00000000195551616494830510346

01/11/2011

Deputado Carlão Pignatari participa da formatura novos soldados

Nova turma de formandos atuará no policiamento ostensivo, rodoviário, ambiental e no Corpo do Bombeiros

Da Assessoria

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) participou, nesta segunda-feira, no Vale do Anhangabaú, da segunda maior formatura de soldados da história da Polícia Militar. São 2.127 novos policiais de 2ª classe da Polícia Militar, que reforçarão o policiamento em todo o Estado de São Paulo.

A cerimônia teve a presença do governador Geraldo Alckmin, do secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, e do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Álvaro Batista Camilo.

Após um ano de estudos, os policiais concluíram o Curso Superior de Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, ministrado na Escola Superior de Soldados (ESSd)

“Teremos mais duas mil viaturas dentro de 60 a 90 dias, 200 bases da polícia militar comunitária, mil agentes especiais de escolta que vão liberar mais mil policiais militares. Enfim, policiamento na rua, preventivo, ostensivo, para proteger a população”, disse o governador na cerimônia.

O comando da Polícia Militar ainda não definiu a distribuição dos 2.127 novos soldados. Porém, a turma tem dois grupos com formação especializada: 250 formandos atuarão no corpo de bombeiros e 340 formandos atuarão no policiamento rodoviário.

Na semana passada, Carlão reuniu-se com o coronel Álvaro Camilo, para reivindicar a designação de mais policiais para as cidades da região de Votuporanga. Segundo Carlão, a região tem defasagem de 16 soldados e pelo menos mais dois sargentos. Ele pediu aumento de efetivo para as cidades de Votuporanga, Riolândia, Parisi, Pontes Gestal, Álvares Florence, Américo de Campos, Cosmorama, Cardoso e Valentim Gentil.

Nós precisamos cobrar mais policiamento nas ruas, para proporcionar mais segurança à população. Os efetivos da Polícia Militar estão defasados e o governo do Estado precisa estar atento para não dar chance à bandidagem, esclareceu Carlão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp