Notícias

00000000888108596362519422965

15/07/2013

Deputado Carlão Pignatari diz que governo do Estado fará concurso para professores

Serão oferecidas 59 mil novas vagas para educadores que assumem as salas de aula em 2014
O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) informou que o governador Geraldo Alckmin e o secretário da Educação, Herman Voorwald, lançaram nesta sexta-feira (dia 5), no Palácio dos Bandeirantes, um pacote de medidas, com um concurso para 59 mil novos professores.
Segundo o deputado, Alckmin destacou que o concurso será no segundo semestre e os professores devem assumir as salas de aula da Rede Estadual já no próximo ano. 
Outro benefício anunciado por Alckmin, é que, a partir de agora, os 181,5 mil professores efetivos e estáveis da rede estadual poderão acumular o cargo com a contratação temporária. Isso permitirá, por exemplo, que ele substitua um outro professor em horário distinto de sua jornada, além de aumentar a carga horária de acumulação para 65 horas semanais. 
Segundo o deputado Carlão, o edital, previsto para ser publicado ainda no segundo semestre, trará também mudanças na convocação para agilizar o ingresso dos novos professores. Após a seleção, os professores passarão por formação específica na Escola de Formação e Aperfeiçoamento do Estado de São Paulo “Paulo Renato Costa Souza” (EFAP), simultaneamente ao estágio probatório.
No pacote de valorização da rede, também foram contemplados outros servidores que compõem o quadro da Educação. A Secretaria anunciou a nomeação de 973 agentes de organização escolar, a criação de 127 cargos de oficial administrativo e 87 de executivo público.
Carlão disse que o governo vai criar também mais de 800 cargos na rede estadual de ensino. Os profissionais atuarão nas Diretorias Regionais de Ensino e nos órgãos centrais da pasta, a fim de desburocratizar ainda mais as atividades da escola e permitir maior dedicação à sala de aula.
Serão 400 cargos de analista de tecnologia, função inédita na Pasta, que será focada nos núcleos de informática e execução das obras, e 418 novos postos de trabalho para analistas administrativos, responsáveis por auxiliar na gestão de recursos humanos, além da gestão financeira.
 
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp