Notícias

00000002452806024998489380319

24/10/2012

Para deputado Carlão Pignatari, novo plano de carreira vai estimular médicos da rede estadual

Salário pago aos médicos que trabalham nos hospitais e serviços de saúde de administração direta do governo do Estado poderá chegar a R$ 18,5 mil

 

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) aplaudiu a iniciativa do governador Geraldo Alckmin de implementar um novo plano de carreira para os médicos da rede estadual. O salário pago aos médicos que trabalham nos hospitais e serviços de saúde de administração direta do governo do Estado de São Paulo poderá chegar a R$ 18,5 mil. 
É o que prevê proposta do novo plano de carreira da categoria, apresentada pelo governador Geraldo Alckmin na última quarta-feira, dia 18, a ser submetida à Assembleia Legislativa de São Paulo. Hoje o salário médio de um profissional médico da rede estadual é de R$ 3,7 mil.
Pelo novo plano, as faixas salariais irão variar não somente pelo número de horas semanais trabalhadas, mas também conforme a capacitação dos profissionais para o desempenho das atividades.
Será criada a categoria de 40 horas semanais de trabalho, com objetivo principal de fixar os médicos nas unidades de saúde.
Além da remuneração prevista no novo plano de carreira, os médicos da rede estadual poderão receber rendimento extra mediante atividade docente. Conforme forem permanecendo no serviço público, os médicos irão receber acréscimos em suas remunerações, chegando a R$ 18,5 mil mensais.
“O governo do Estado está buscando formas de melhorar todas as classes do funcionalismo e esse plano vai estimular a classe médica, que vinha, há tempos, reivindicando melhorias salariais. Além disso, é uma forma também de estimular o atendimento à saúde da população”, disse o deputado Carlão Pignatari.
 
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp