Notícias

00000000335089603055631030639

16/06/2014

Diretores e dirigente de ensino pedem apoio ao deputado Carlão Pignatari para aprovação de projeto

Reunião com diretores, dirigente e assessor institucional aconteceu segunda-feira, dia 2, em Votuporanga
 
Diretores e dirigente de ensino que compõem a Diretoria de Ensino de Votuporanga se reuniram, na tarde de segunda-feira (dia 02/06), com o deputado estadual Carlão Pignatari para pedir apoio para a aprovação do PLC 23, na Assembleia Legislativa. 
O PLC dispõe sobre estágio probatório e institui avaliação periódica de desempenho individual para os ocupantes do cargo de Diretor de Escola e gratificação de gestão educacional para os integrantes das classes de suporte pedagógico do quadro do Magistério da Secretaria da Educação.
O encontro aconteceu na sede da Udemo (Sindicato de Especialistas de Educação do Magistério Oficial do Estado de São Paulo), em Votuporanga.
Estiveram presentes diretores das 30 escolas que integram a Diretoria de Ensino de Votuporanga, o dirigente regional de ensino, José Aparecido Duran Netto e o assessor institucional da Secretaria de Educação do Estado, Rubens Mandeta.
De acordo com Duran, “após a aprovação do PLC, os profissionais serão submetidos à formação e avaliação ao longo dos três primeiros anos de atuação, no chamado estágio probatório. Deverão fazer dois cursos. Cada curso deve durar um ano e meio e, se o desempenho for ruim, o profissional pode ser demitido, podendo voltar à atividade original. No período probatório, seu cargo de docente ficará congelado, no caso de não se adaptar às novas funções, situação que atualmente não acontece”, explica o dirigente. 
O assessor institucional Rubens disse aos diretores da importância de um parlamentar representar a classe na Assembleia Legislativa e da aproximação do deputado Carlão Pignatari junto ao secretário de Educação, Herman Voorwald. “O deputado Carlão Pignatari representa Votuporanga e a região muito bem junto ao governo do Estado e tenho certeza que com a força dele o projeto será aprovado”, disse Mandeta.
Ele ainda acrescentou que o secretário Herman Voorwald afirmou que o próprio profissional poderá perceber se tem perfil adequado para exercer a direção da escola. “O diretor faz uma diferença enorme na escola. Não queremos eliminar o concurso, mas ele fará o curso, o projeto e será avaliado anualmente”, 
O projeto será encaminhado para a Assembleia Legislativa e de acordo com o deputado Carlão Pignatari terá todo o apoio para ser aprovado. “Estarei lutando na Assembleia para a aprovação desse projeto, para que assim possamos ter profissionais mais capacitados para exercer o cargo de diretor de escola, pois exige muita dedicação e conhecimento para lidar com situação e problemas no dia a dia com alunos e administrativos”, concluiu o deputado Carlão Pignatari. 
 
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp