Notícias

00000000582338948766758549021

22/05/2013

Dia das Mães, o Dia do Amor

Deus criou as mães para ter certeza que estaria representado em todos os lugares ao mesmo tempo

 

Há quem diga que o Dia do Amor é o dia dos namorados, em 12 de junho. Mas, penso eu, que o Dia do Amor é o Dia das Mães, umas das datas mais importantes do nosso calendário. Um dia dedicado ao amor irrestrito, incondicional e absoluto. Sim, porque só a mãe é capaz de dar um amor assim. 
A origem do Dia das Mães é mitológica e vem desde a Grécia antiga, mas foi a norte-americana Ana Jarvis, no Estado da Virgínia Ocidental, que iniciou a campanha para instituir o Dia das Mães. Em 1905 Ana, filha de pastores, perdeu sua mãe e entrou em grande depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a idéia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Ana quis que a festa fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas, com um dia em que todas as crianças se lembrassem e homenageassem suas mães. 
No Brasil, o primeiro Dia das Mães foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de maio. Em 1947, Dom Jaime de Barros Câmara, Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro, determinou que essa data fizesse parte também no calendário oficial da Igreja Católica.
Quando alguém diz que “mãe é tudo igual” é a pura verdade. De modo geral, todas elas têm o mesmo tipo de amor  e dedicação aos filhos, sejam elas bravas, corujas, amorosas ou ciumentas. Entretanto, devemos dizer que há mães de todos os tipos: carinhosas, superprotetoras, tímidas, esportistas, modernas, autoritárias, intelectuais, as ausentes, as donas da verdade, as chatas, violentas, as lindas, as maravilhosas… São mães, esposas, profissionais e têm sido cada vez mais frequentes os casos em que também se tornam pais. 
Há quem diga, por exemplo, que Deus criou as mães para ter certeza que estaria representado em todos os lugares ao mesmo tempo. São elas quem nos educam, ensinam, acalentam e nos acompanham em nossa caminhada. Pensando assim, eu diria que todo dia é dia das mães. Portanto, nada que possamos fazer será suficiente para agradecer a dedicação, o carinho, a generosidade, a compreensão e o amor que ela nos dedica.
Desejo que todos os filhos amem de verdade suas mães, respeitem e encham-nas de carinho. 
Desejo ainda que todas as mães tenham muita saúde para continuar essa jornada de orientação e ensinamentos. Que Deus lhes dê força e coragem para que continuem sendo os esteios de nossas famílias.
Independente do seu jeito de ser, as mães possuem um amor incondicional, o que as tornam preciosidades em nossas vidas. Feliz Dia das Mães a todas as mamães. Um beijo grande no coração de todas!
 
Carlão Pignatari
Deputado Estadual – PSDB
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp