Notícias

00000000488414414499885060758

25/02/2013

Deputado Carlão Pignatari convoca prefeitos e lideranças para defenderem as santas casas

Na próxima segunda-feira haverá reunião na Assembleia Legislativa para discutir a delicada situação financeira das instituições filantrópicas

 

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB), um dos responsáveis pelo lançamento do movimento “Tabela SUS! Reajuste Já”, está convidando todos os prefeitos, vices, vereadores e lideranças das cidades da região Noroeste Paulista para um encontro que acontecerá na próxima segunda-feira, na Assembleia Legislativa. O movimento reúne santas casas e hospitais filantrópicos de todo o país e vai discutir novas ações em busca de um urgente reajuste na tabela de procedimentos do SUS (Sistema Único de Saúde). 
Os representantes das instituições de saúde alertam que sem essa medida o atendimento a pacientes do SUS feito pela rede beneficente pode entrar em colapso. De acordo com números divulgados pelas instituições, o déficit no início deste ano já era de R$ 12 bilhões em dívidas, além de mais R$ 5 bilhões nos contratos e convênios com o SUS, cuja soma deve atingir R$ 17 bilhões em 2014.
De acordo com o deputado Carlão Pignatari, que encabeçou movimento da Frente Nacional por mais recursos para a Saúde no Estado de São Paulo, se nada for feito, imediatamente, para a recuperação financeira desses hospitais, muitos deles vão fechar ou reduzir o atendimento ao público pelo SUS. O rombo, diz o deputado, ocorre pela defasagem na tabela do SUS, que remunera, em média, apenas R$ 65 de cada R$ 100 gastos na assistência pública.
Carlão, juntamente com a Santa Casa de Votuporanga, realizou no ano passado um encontro que culminou com a “Carta de Votuporanga”, entregue ao Ministério da Saúde no dia 12 de dezembro. O documento expôs a realidade caótica e reivindicou providências imediatas para o início do processo de recuperação financeira dos hospitais, mas, até o momento nenhuma medida concreta foi anunciada.
A organização do encontro da próxima segunda-feira, marcado para as 10 horas, espera a presença de pelo menos 200 representantes de instituições, além de autoridades e gestores. Após a reunião, haverá uma audiência com o governador Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes.
 
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp