Notícias

00000003325269383987793592367

29/07/2013

Deputado Carlão Pignatari anuncia cargos na Polícia Técnico-Científica para a região

Governador Geraldo Alckmin criou 1.853 novos cargos para o Estado de São Paulo
 
O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) anunciou nesta sexta-feira (dia 4) a abertura de vagas na Polícia Técnico-Científica para a região Noroeste Paulista. Essas vagas fazem parte de um pacote criado pelo governador Geraldo Alckmin, que sancionou Projeto de Lei Complementar (PLC) que cria 1.853 novos cargos na corporação. O projeto havia sido encaminhado pelo governador, no dia 22 de maio, à Assembleia Legislativa (Alesp), onde foi aprovado por unanimidade e na íntegra, no dia 19 de junho.
“Aprovamos este projeto do governador porque sabemos a dificuldade e a falta de profissionais que vem enfrentando a Polícia Técnico-Científica do Estado. É necessário aumentar o efetivo e dotar todas as unidades de equipamentos para que o trabalho seja desenvolvido com precisão”, destacou o deputado Carlão Pignatari. De acordo com ele, esses cargos criados representam um aumento de 64% dos quadros. Quatro concursos já estão em andamento, rapidamente eles vão começar a trabalhar. Além disso, R$ 24 milhões já foram liberados para construção e reforma dos prédios. 
Os concursos públicos serão abertos para reforçar o efetivo do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico-Legal (IML), subordinados à SPTC. As novas vagas serão preenchidas por 200 médicos legistas, 529 peritos criminais, 55 desenhistas técnico-periciais, 120 fotógrafos técnico-periciais, 155 auxiliares de necropsia e 110 atendentes de necrotério policiais.
O deputado Carlão Pignatari informou ainda que o projeto aprovado na Assembleia prevê mais 600 cargos de oficial administrativo e 84 de técnico de laboratório. Os novos cargos da SPTC representarão um investimento de cerca de R$ 135 milhões, por ano, do Governo do Estado.
Quanto à Polícia Civil, o deputado informou que serão abertos concursos e autorizadas nomeações para mais de 2.800 servidores em várias carreiras. Serão preenchidas 129 vagas de delegados, 1.384 de investigadores, 1.075 de escrivães e 217 de agentes policiais. O investimento será de R$ 170 milhões por ano.
Além disso, já estão em andamento processos seletivos para desenhista (sete vagas), médico legista (77), agente de telecomunicação (1), perito criminal (103), investigador (433), escrivão (244), agente policial (391), papiloscopista (103), auxiliar de necropsia (16), auxiliar de papiloscopista (113) e atendente de necrotério (22).
Ainda dentro das reestruturações, foi anunciada pelo governo também a criação e organização do Departamento de Polícia Judiciária do Interior 10 – Araçatuba (Deinter – 10). Hoje, a região é de responsabilidade do Deinter 5 (São José do Rio Preto).
 
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp