GOVERNO DO ESTADO DE SP ANUNCIA PLANO DE RETOMADA ÀS AULAS PRESENCIAIS

O secretário da educação, Rossieli Soares, afirmou que a retomada acontecerá em fases e seguindo os devidos protocolos de distanciamento social e higiene


Publicado dia 25 de junho, 2020 / Publicação com 0 comentário(s)

Nesta quarta-feira (24), o Governo de São Paulo anunciou o plano de retomada do ensino presencial nas escolas estaduais, municipais e universidades, públicas e privadas. Segundo o secretário da educação, Rossieli Soares, o retorno será em fases e está previsto para o dia 8 de  setembro. A retomada só acontecerá se todos os municípios do Estado estiverem na fase amarela do Plano São Paulo. Na primeira etapa, 35% dos alunos voltam as atividades presenciais, com  revezamentos durante a semana, na segunda serão 75% e na terceira 100%. O avanço para a segunda etapa ocorrerá quando 60% das regiões do estado estiverem na fase 4 do Plano São Paulo.

As escolas vão adotar protocolos de distanciamento de 1,5m entre pessoas, limpeza de ambientes, higiene pessoal frequente, revezamento de turmas durante os horários intervalo, entrada e saída para evitar aglomerações, uso de máscaras e outros equipamentos de proteção individual para os funcionários de cada atividade e monitoramento. A comunicação e conscientização de alunos, funcionários e familiares também será um dos pilares da retomada. Em cada etapa da retomada o ensino remoto será complementar as atividades presenciais.

Os alunos vão continuar tendo acesso as aulas online disponibilizadas pelas plataformas do Centro de Mídias de São Paulo (CMSP) e transmitidas pela TV Cultura no canal digital 2.3 – TV Educação. O líder do governo, deputado Carlão Pignatari, enfatizou que a Secretaria da Educação está empenhada em garantir assistência e acolhimento para cada aluno, respeitando as medidas de prevenção para proteger a saúde da população.

“O Governo do Estado está trabalhando de maneira responsável para atender às necessidades de cada estudante. Estamos vivendo um período difícil, mas seguimos focados para que todos os alunos tenham acesso ao conhecimento. Esse acesso deve ser garantido de forma segura e responsável”, destacou o parlamentar.

Deixe um Comentário


INSTAGRAM