Projetos do deputado Carlão Pignatari denominam AMEs de Votuporanga, Fernandópolis e Santa Fé

Os três nomes são de médicos falecidos, consagrados e de tradicionais famílias de suas cidades


Publicado dia 20 de setembro, 2013 / Publicação com 0 comentário(s)

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) apresentou projetos de lei na Assembleia Legislativa de denominação de três AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) da região. São AMEs de Votuporanga, Fernandópolis e Estância Turística de Santa Fé do Sul.
Pelo projeto de lei 371/2013, Carlão propõe que o AME de Votuporanga receba a denominação de "Dr. Diorandi Figueira da Costa", médico já falecido, de tradicional família da cidade.
Para o AME de Fernandópolis, o deputado está propondo o nome do ilustre médico "Dr. Osmar Almeida Luz", através do projeto de lei 373/2013.
Já para o AME de Santa Fé do Sul, o nome proposto por Carlão, por intermédio do projeto de lei 372/2013, é o do médico "Dr. Everaldo Brancalhão".
 
Dr. Diorandi Figueira da Costa
Em sua justificativa, para o AME de Votuporanga, Carlão argumenta que o “Dr. Diorandi Figueira da Costa nasceu no dia 31 de janeiro de 1950, em Votuporanga, filho de Jerônimo Figueira da Costa e de Amélia Lucinda de Jesus. Oriundo de família tradicional de Votuporanga teve uma infância humilde, porém sempre bem orientado pela família, de onde recebeu os princípios da dignidade, honradez e a vocação para o trabalho. Formou-se em medicina na cidade de Valença – RJ, no ano de 1974. Durante dois anos atuou em vários em vários hospitais na cidade do Rio de Janeiro, especialmente junto ao Hospital de Polícia Militar, onde adquiriu notável experiência que o credenciou a ser um dos maiores pneumologistas da região quando retornou a Votuporanga em 1976. Trabalhou por mais de trinta anos no Centro de Saúde de Votuporanga, conquistando a simpatia de funcionários e pacientes. Era um médico muito procurado, tanto pelo seu conhecimento médico como pela sua educação e sensibilidade, principalmente pelos pacientes idosos.”
 
Dr. Osmar Almeida Luz
Sobre o Dr. Osmar Almeida Luz, o deputado explica que ele nasceu em 25 de abril de 1920, em Severina, mas foi registrado no cartório de Olímpia estado de São Paulo. Filho de Lázaro Ferreira Luz e Maria Augusta Almeida Luz. Estudou em Barretos, onde cursou o ginasial e o preparatório para ingressar no curso de medicina. Cursou medicina na Universidade do Brasil – Faculdade Nacional de Medicina do Rio de Janeiro. Ainda na faculdade, foi convocado para servir à Pátria na II Guerra Mundial, no Teatro de Operações da Itália, onde permaneceu no período de outubro de 1944 a julho de 1945, como integrante da força Expedicionária Brasileira e ocupou o cargo de 3º sargento. Foi condecorado pelo Ministério da Guerra com medalhas e o Diploma da Cruz de Combate, este último, por socorrer bravamente soldados durante um bombardeio. Formou-se no ano de 1947 e logo em seguida fixou residência em Fernandópolis.
 
Everaldo Brancalhão 
Everaldo Brancalhão nasceu no dia 20 de dezembro de 1946 em Pirajuí, estado de São Paulo. Cursou medicina na Universidade Federal do Pará. Casou-se com Clarice Oshiai Brancalhão em setembro de 1971. Tiveram três filhos, Evelin Cristina, Euler e Erasasto. Mudou-se para Santa Fé do Sul no ano de 1973, aos 27 anos, para trabalhar na clínica médica do Sindicato Rural. Em 1979 recebeu o título de especialista em ginecologia e obstetrícia pela federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetria. Trabalhou no Hospital Dr. Rodolfo Abdo, na Santa Casa de Misericórdia e no Hospital Dr. Aníbal, todos no município de Santa Fé do Sul. Foi diretor clínico da Santa Casa de Misericórdia de Santa Fé do Sul. Atendeu por vinte anos no Posto de Saúde, onde hoje fica o AME. Realizou mais de 73 mil partos. Honrou de sobremaneira sua profissão exercendo a medicina como um verdadeiro sacerdócio. Faleceu no dia 21 de agosto de 2012.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Deixe um Comentário


INSTAGRAM