Deputado Carlão Pignatari recepciona dirigentes públicos de assistência social

Reunião aconteceu na Assembleia Legislativa para discussão sobre o SUAS no Estado de São Paulo


Publicado dia 13 de setembro, 2013 / Publicação com 0 comentário(s)

 
O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB), integrante da Frente Parlamentar Estadual em Defesa do SUAS (Sistema Único de Assistência  Social), recepcionou integrantes da Associação da Frente Paulista dos Dirigentes Públicos Municipais da Assistência Social, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp),  para uma reunião onde foi feita uma explanação sobre o SUAS no Estado. 
A reunião aconteceu nesta quarta-feira (dia 4), no auditório Paulo Kobayashi, e contou com aproximadamente uma centena de dirigentes municipais.
Na oportunidade, foram debatidos assuntos expostos do Encontro Nacional de Monitoramento e Vigilância do SUAS 2013, realizado no final do mês de agosto, em Brasília, cujo o tema central foi “Os desafios para a vigilância socioassistencial na implantação da NOB SUAS 2012”. Também foi feito uma explanação sobre o SUAS no Estado de São Paulo e as atribuições da Frente Parlamentar.
Participaram do encontro os dirigentes da Frente Paulista, Hélio Benetti – presidente (Marília), a secretária Fátima Aparecida da Silva (Cravinhos), a vice-presidente Marli Beneduzzi Pignatari, também secretária municpal de Assistência Social de Votuporanga; e a conselheira fiscal Luiza Nakamura (Lins).
O deputado Carlão Pignatari destacou o trabalho realizado no município de Votuporanga, enfatizando as mudanças que foram efetuadas no sistema de assistência social.  De acordo com ele, nos últimos 13 anos foram feitos investimentos para o desenvolvimento do cidadão e oferecimento de melhores oportunidades para as pessoas viverem melhor.
Para Carlão, o governo não deve se ater apenas ao assistencialismo, com a distribuição de cestas básicas, e sim implementar instrumentos com investimentos que possam oferecer uma assistência com mais qualidade. “O Estado tem por obrigação gerir a assistência social, adequando os modelos de gestão e cofinanciamentos propostos pelo SUAS e oferecer o que há de melhor para a sociedade, neste caso representada pelas entidades assistenciais que prestam atendimento a crianças, adolescentes e idosos”, destaca o deputado. Segundo Carlão, “o SUAS tem por objetivo acabar com o estigma de filantropia do Serviço Social e inserir a profissão nas políticas públicas”.  
 

Deixe um Comentário


INSTAGRAM