Deputado Carlão participa de assinatura de protocolo para compensar carbono da Copa Verde

Proposta prevê a união de esforços para compensar as emissões de dióxido de carbono equivalente


Publicado dia 20 de maio, 2016 / Publicação com 0 comentário(s)

Como líder da Bancada do PSDB e coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista e pelo Desenvolvimento Sustentável (Frepam), na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Carlão Pignatari participou, nesta segunda-feira (dia 09/05), de evento de assinatura de Protocolo de Intenções entre o Governo do Estado de São Paulo e a CBF (confederação Brasileira de Futebol). 
A cerimônia foi realizada no Palácio dos Bandeirantes e contou com a presença de diversas autoridades, entre as quais a secretaria de Meio Ambiente, Patrícia Iglesias e o secretário geral da CBF, Walter Feldman.
A proposta prevê a união de esforços para compensar as emissões de dióxido de carbono equivalente – CO2eq, decorrentes dos jogos de futebol disputados na Copa Verde 2016. O protocolo determina que os esforços sejam concentrados no Programa Nascentes, com o plantio de 1.200 árvores, para compensar a emissão de 207,52 toneladas de dióxido de carbono.
De acordo com o deputado Carlão Pignatari, a compensação será feita por meio de um projeto de restauração ecológica a ser realizada por uma empresa a ser contratada por licitação pública. A compensação acontecerá, no âmbito do Programa Nascentes, em áreas cadastradas no Banco de Áreas.
A Copa Verde está em sua terceira edição e reúne 18 clubes do Norte, Centro-Oeste e Espírito Santo. O jogo final será entre os times Gama-DF e Paysandu-PA neste dia 10 em Brasília.
O Programa Nascentes tem como projeto restaurar aproximadamente 20 mil hectares de matas ciliares. A meta da primeira fase é recuperar 4.500 hectares, com o plantio de 6,3 milhões de mudas de espécies nativas.
“Trata-se de um acordo muito importante para a recuperação das matas ciliares e preservação das nascentes. Temos que desenvolver ações que visem proteção do meio ambiente, para que as gerações futuras possam ter um lugar bom e saudável para conviver”, destacou o deputado Carlão Pignatari.
 

Deixe um Comentário


INSTAGRAM