Deputado Carlão Pignatari explica a moradores do Sítio do Estado em Tanabi como será a regularização

Área com 445 famílias pertencia à USP e teve ação do deputado para solucionar problema


Publicado dia 16 de março, 2018 / Publicação com 0 comentário(s)

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) explicou aos moradores da área denominada Sítio do Estado, em Tanabi, nesta quinta-feira (15/03), como será o processo de regularização dos imóveis. A reunião — uma audiência pública coordenada pela Fundação Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo) — reuniu mais de 300 pessoas do bairro no pátio de uma escola da localidade.

Além do deputado Carlão, estiveram presentes o prefeito Norair Cassiano da Silveira, o vice-prefeito Fábio César Ceron, o diretor executivo do Itesp, Gabriel Veiga, o ex-diretor Marco Pilla, os vereadores Pardal, Tenente Osmar, Devinha Zanetoni e Rose de Paula.

São 445 famílias que ocuparam o espaço ao longo de 60 anos. O acordo para a regularização fundiária desses imóveis foi feito pelo deputado estadual Carlão Pignatari, e teve início ainda na gestão do prefeito José Francisco e agora o apoio do atual prefeito Norair, do vice Fabinho Ceron, e da Câmara Municipal. Eles solicitaram ao deputado que interviesse para a concretização da regularização com a USP (Universidade de São Paulo).

Após diversos encontros com dirigentes da USP, entre os quais o então reitor Marco Antonio Zago, no dia 28 de setembro de 2017 foi realizado evento em que o Governo do Estado firmou convênio com a Prefeitura para a regularização da área. No último dia 14 de fevereiro, o governador Geraldo Alckmin determinou a concretização da regularização.

Carlão explicou aos moradores que todo o processo será realizado pelo Governo do Estado e pela Prefeitura, sem custo algum para as famílias. Os técnicos do Itesp farão um levantamento topográfico da área, bem como juntarão toda a documentação dos moradores para que o processo possa ser concluído.

Para o deputado Carlão, trata-se de um momento importante na vida desses moradores. “Vocês vão receber a escritura definitiva de seus imóveis e poderão fazer o que bem entenderem, inclusive investir em melhorias, valorizando ainda mais a propriedade e também melhorando o aspecto da cidade”, finalizou Pignatari.

  • Imagem

    Veja todas as publicações do: , Comunicação

Deixe um Comentário


INSTAGRAM